| Página Inicial | O Site | Estatística | Contato Terça, 28 de Março de 2017
 
Menu
Cidade
Cultura
Educação
Esporte
Gastronomia
Geral
Nacional
Saúde
Segurança
Trãnsito
Transporte
 
 
Notícias > Saúde Inserida em 23/03/2016 - 09:33:07
Compartilhe Facebook
Limeira confirma o 1º caso de gripe H1N1; menina de 6 anos passa bem
Paciente foi atendida pela Santa Casa do município e já recebeu alta. Em 2013, cinco pessoas morreram na cidade por complicações da doença
 
Divulgação/Santa Casa
Menina de 6 anos foi atendida na Santa Casa de Limeira
 

Limeira confirmou, nesta terça-feira (22), o primeiro caso de gripe H1N1 na cidade neste ano. A paciente é uma menina de 6 anos, que foi atendida pela Santa Casa. No entanto, a criança já foi liberada e passa bem, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

A administração municipal não deu nenhum detalhe sobre a paciente e afirmou que as informações deveriam ser passadas pela Santa Casa. A unidade médica, entretanto, disse que iria levantar dados relacionados à menina, mas não deu retorno.

A gripe H1N1 gerou uma epidemia mundial em 2009, quando era conhecida como gripe suína. O vírus evoluiu e, atualmente, também é conhecido como Influenza A.

Mortes
Em 2013, cinco pessoas morreram em Limeira após contraírem gripe suína. O primeiro óbito foi de um homem de 52 anos que ficou seis dias internado. A segunda morte foi de uma mulher de 69 anos que sofria de Mal de Alzheimer e era parente da primeira vítima. A paciente foi vacinada, mas o fato de ela ter uma doença degenerativa representou agravante.

O terceiro registro também foi de um homem, de 47 anos, internado com quadro de febre, tosse, dor de garganta, falta de ar, dores musculares e desconforto respiratório, segundo a Prefeitura.

Um idoso de 69 anos foi a quarta vítima. Ele tinha doença cardiovascular e diabetes. Depois, o quinto caso foi uma menina de 13 anos. Ela não havia sido vacinada porque não pertencia aos grupos considerados de risco.

Vírus da zika
A Vigilância Epidemiológica de Limeira confirmou o primeiro caso de vírus da zika em gestante neste mês. A mulher, de 30 anos, mora no Jardim São Pedro e está grávida de 27 semanas, porém, não há sinais de microcefalia no bebê, segundo a administração municipal. O caso foi classificado como autóctone, quando o vírus é contraído na própria cidade.

O município tem ainda outros cinco casos suspeitos de zika investigados, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Saúde na segunda-feira (21). Segundo a pasta, as pacientes são mulheres e, dessas, duas também estão grávidas. Os exames descartaram dengue e agora a Secretaria aguarda o resultado do laudo do Instituto Adolfo Lutz.

 

 

 
Fonte: Portal G1
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Copyright © 2003 - 2017 - Limeira Online - O Site da Cidade!!! - Todos os direitos reservados - All rights reserved

 

Desenvolvimento